quinta-feira, 7 de julho de 2011

O Grande Evento 2


 Foi nesse momento de concentração, que a visão surgiu nítida, como um filme em terceira dimensão. Divisei o globo azul de (Planeta Terra) IURANCHA, o orbe caminhava pelo espaço, em busca do seu destino, uma aura negra e ameaçadora envolve-o quase que completamente, é o resultado de séculos de atividade psíquica deletéria por parte de suas sucessivas civilizações, ao longo da história. O grande portal está para ser transposto, e então, tudo estará consumado. De todos os quadrantes circunvizinhos partem em direção ao planeta adoentado, raios de vibração positiva, jatos de puro amor cósmico, como que a tentar atenuar o sofrimento físico que se aproxima para aqueles indefesos e também irresponsáveis seres humanos. 


Centenas de milhares de naves estelares se avizinham da superfície, e se colocam em posição de alerta prontas para a ação a qualquer momento. A terra cambaleia como um bêbado acha-se agora fora de órbita, e a mercê dos elementos, envolvida em trevas que parecem eternas, gases asfixiantes envenenam a atmosfera, a atividade vulcânica é intensa, terremotos violentos sacodem todo o planeta, os oceanos se revoltam, e não querem permanecer em seus domínios.

As calotas polares aceleram o seu processo de derretimento, é a conseqüência do aumento de temperatura, provocada pelo efeito estufa. A elevação do nível dos oceanos provoca consideráveis alterações na configuração geográfica do litoral dos continentes, imaginem os desastres causados entre as populações das cidades costeiras. Países inteiros submergem em menos de 24 horas. Aterrorizadas, as populações voltam-se para as religiões, mas estas, alicerçadas em falsos dogmas e não tem respostas convincentes para as perguntas dos seus fiéis, e abandonadas por estes, desabam como castelos de cartas. Falsos líderes surgem então, a cada momento e se auto-intitulam o cristo, e me vem então à memória às palavras do grande Avatar.

“Eu vim em meu próprio nome e em nome de meu pai, e vós não me recebestes, outros virão em meu nome e vós os recebereis”.






O Grande Evento Parte 2

Durante anos, os governos e os cientistas dos países mais desenvolvidos tiveram perfeita noção do desastre que se aproximava, e nada fizeram, por medo, ignorância ou por negligência nada fizeram, a pretexto de não causar pânico, nada divulgaram, e o pânico aí está, e agora mesmo que queiram nada podem fazer.

Após décadas de agressão, o meio ambiente começou a revidar, porém, mais virulenta que a degradação dos elementos, foi a degeneração mental e espiritual, o comportamento moral devasso, a derrocada dos costumes, a dissolução dos valores, o fim da solidariedade, tudo enfim contribuiu para conduzir esta civilização e seu cenário físico, a uma situação de onde não mais seria possível o retorno.


Somente a intervenção providencial de civilizações superiores poderia evitar o holocausto total; e o desaparecimento da espécie humana. Na realidade, os mentores siderais não permitiriam jamais, que o já tão combalido planeta sofresse um novo cataclisma, isso poderia representar a sua fragmentação no espaço, com terríveis conseqüências para todo o restante do sistema solar. Em muito foram portando abrandadas as conseqüências dos desatinos humanos.



A lenta e inexorável expansão do universo, atingiu o quadrante onde gravita essa poerinha cósmica chamado terra, a mais de 4 bilhões de anos. O plano divino, após os ajustes e transformações necessárias contemplará os eleitos para habitar a nova terra, com o aparecimento de um novo sol, como rezam as profecias, isso dará lugar a um outro clima, outra geografia, e favorecerá o florescer da 5ª raça. A imensa maioria da atual população planetária, será transferida para outros planos materiais, consoantes com as suas vibrações inferiores. Faz principalmente parte da minha missão, como enviado do Grande Conselho, evitar danos desnecessários ao já tão danificado orbe, e preservá-lo o mais possível, para a chegada dos seus novos inquilinos.


 
 

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir